Nuno Antunesphotography's Blog


Como manter a máquina fotográfica sempre estável


As fotografias desfocadas acontecem mais vezes do que qualquer fotógrafo gostaria e o motivo é quase sempre o mesmo: a máquina fotográfica não se encontrava estável na hora de disparar. Mune-se destas dicas para acabar, de uma vez por todas, com as fotografias tremidas.

Tremor de fotografia

O obturador é um dispositivo mecânico que abre e fecha, controlando o tempo de exposição do sensor das máquinas digitais (ou do rolo de filme) à luz – numa operação tão delicada como esta, o mais pequeno dos movimentos pode desfocar por completo a imagem. Com as câmaras digitais, a tendência é esticar os braços para a frente, de forma a visualizar no ecrã aquilo que se pretende fotografar – um movimento que, embora possa parecer inocente, é perito em produzir as tão indesejadas fotos tremidas.

Mãos no sítio

Uma vez que a visualização do cenário a fotografar com câmaras digitais é super-acessível, há uma tendência natural para tentar fotografar com uma mão apenas – algo difícil e pouco aconselhado, mesmo que não seja um “tremedor” habitual. Habitue-se a fotografar sempre com ambas as mãos na máquina, só assim é que irá conseguir a estabilidade necessária para obter fotografias sempre impecáveis. Como? Assim:

  • Mão direita: deve segurar a parte direita da máquina, mais especificamente, o dedo indicador deve estar posicionado sobre o disparador, o polegar deve agarrar a parte de trás da máquina e os restantes três dedos devem envolver a zona frontal da mesma. A aderência da mão à máquina deve ser forte, mas não tão poderosa que possa causar um tremor…
  • Mão esquerda: deve suportar o peso da máquina fotográfica em geral, ou seja, sirva-se dela para apoiar a câmara por baixo ou então coloque-a firmemente em torno da lente, se for o caso.

Visor vs. Ecrã

Se vai utilizar o visor, manter as duas mãos firmemente sobre a máquina não deve ser muito difícil (com um pouco de prática depressa se habitua), uma vez que terá a câmara muito próxima do corpo… mas o que fazer se quiser utilizar o ecrã? Recorre à mesma técnica, estendendo os braços para a frente não mais do que 30cm, certificando-se que mantém os cotovelos para dentro, de forma a assegurar o nível de estabilidade.

 

6 dicas de estabilidade

Conseguir segurar numa máquina e fotografar efectivamente sem tremer é algo que necessita de disciplina, prática e paciência. Estas 6 dicas revelam outras formas de conseguir a tão desejada estabilidade – use e abuse porque máquina firme é sinónima de fotos fabulosas.

  1. Tripé: o melhor amigo de qualquer fotógrafo, não há efectivamente forma mais estável de tirar fotografias do que com recurso a um bom tripé.
  2. Superfície lisa: para quem não tiver um tripé, pode facilmente improvisar ao pousar a máquina numa superfície lisa – uma mesa, muro ou pilha de livros – para (embora com algumas limitações) conseguir praticamente o mesmo efeito.
  3. Remoto controlo: para quem tem mãos que tremem incessantemente, a melhor dica é, sem dúvida, a utilização de um remoto controlo para activar a máquina fotográfica, até porque às vezes o próprio movimento de pressionar o disparador pode ser o suficiente para tremer a fotografia. Para um efeito optimizado, utilize-o em conjunto com o tripé ou qualquer outra superfície lisa.
  4. Encoste-se: para conseguir um pouco de suporte extra, encoste-se a uma parede, porta ou árvore para fotografar com maior estabilidade.
  5. Utilize o corpo: o próprio corpo pode ser utilizado para garantir um maior e melhor equilíbrio na hora de disparar – separe os pés utilizando a largura dos ombros como referência; sente-se no chão e descanse um cotovelo num joelho para formar um tripé natural (mantenha os cotovelos sempre para dentro); deite-se no chão de barriga para baixo, forme um punho com uma mão e pouse a máquina sobre a mesma; numa posição agachada, apoie um cotovelo no joelho e “entale” a máquina entre o pulso e o ombro.
  6. Inspire e expire: pode parecer estranho, mas muitos fotógrafos profissionais apontam esta técnica como sendo imprescindível – antes de premir o disparador, inspire de forma gentil, mas profunda, e expire apenas no momento em que disparar; pode também fazer o contrário. O simple movimento causado pela respiração pode interferir negativa ou positivamente com o acto de fotografar e ter consciência disso pode ajudar a estabilizar a sua pose de fotógrafo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: