Nuno Antunesphotography's Blog


Como fotografar um arco-íris


Quem nunca foi a correr pegar na máquina fotográfica para captar algumas imagens de um arco-íris deslumbrante só para, depois de vários disparos, constatar que não conseguiu “congelar” a essência do momento? Aprenda a fotografar todas as cores do arco-íris para mais tarde recordar…

Equipamento essencial. Fotografar um arco-íris entra na categoria de fotografias panorâmicas que, por sua vez, exigem sempre uma máquina estável. A translucidez deste fenómeno da natureza, aliada ao facto de já ser, por si só, algo difícil de fotografar, torna a estabilidade da câmara ainda mais importante – ou seja, utilize um tripé. Claro que como grande parte das vezes os arco-íris surgem inesperadamente e não há tempo para montar devidamente todo o equipamento fotográfico, procure estabilizar a máquina de outras formas, como pousá-la numa superfície lisa, utilizar o timer ou encostar-se a uma parede para um maior e melhor equilíbrio.

A importância de um cenário de fundo. Um arco-íris é um fenómeno óptico e meteorológico que produz um espectro de luz quando o sol incide sobre as partículas de humidade suspensas na atmosfera – o que significa que para fotografar um arco-íris necessita de um cenário de fundo escuro para que não se perca o seu efeito colorido. A ideia é tirar a foto através de um ângulo que capte o arco-íris sobre um cenário simples e escuro, caso do céu, nuvens ou até de uma fileira de montanhas. No entanto, não descure o primeiro plano, que tanto pode permitir uma “abertura” original para espreitar e fotografar o arco-íris, como uma distracção que pode acabar por comprometer toda a imagem.

Enquadramento colorido. A composição da fotografia é muito importante porque captar toda a beleza de um arco-íris também depende do seu enquadramento. Neste sentido, existem três pontos a considerar: posicionamento (se quiser focar determinados pontos, nada como recorrer à regra dos terços); a não ser que queira fotografar exclusivamente o arco-íris e o céu, não descure as suas pontas na hora de fazer o enquadramento (o local onde estas “pousam” podem revelar-se pontos de interesse extra na imagem final); experimente diferentes perspectivas com recurso ao zoom ou a lentes maiores (uma imagem panorâmica pode ser tão espectacular como uma imagem que foca uma zona onde o arco-íris cruza com outro objecto, por exemplo).

Disparar, disparar, disparar. A partir daqui, toca a disparar… e continuar a fazer experiências. Se tiver filtros fotográficos, aplique-os para conseguir efeitos distintos em termos de cores, reflexos e níveis de contraste que podem tornar o arco-íris ainda mais atraente. Experimente as aberturas máximas e mínimas da câmara fotográfica para conseguir mais ou menos profundidade de campo, o que pode resultar em imagens finais deslumbrantes. Surpreenda-se e surpreenda com o seu arco-íris…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: